Arquivos de sites

Como persistir LocalDate e LocalDateTime do Java 8 com JPA

E ai galera beleza? faz muito tempo que eu não postava nada novo, então bora com “novidade” do java 8 + JPA 😀

O Java 8 trouxe muitas grandes funcionalidades e uma das mais importantes e uma das antecipadas foi a nova API de data e hora. Haviam muitos problemas com a antiga API e não vou entrar em detalhes do porque nós precisamos de uma nova. Tenho certeza que você teve que lutar com ela com frequencia.

Todos esses problemas se foram com Java 8 \o/. A nova API de data e hora é bem desenhada, fácil de usar e (finalmente) imutável. O único problema que permanece é, que você não pode usava com JPA.

Bem, isso não totalmente verdade. Você pode usa-la, porém o JPA irá mapeá-la para BLOB ao invés de DATE ou TIMESTAMP. Que significa que a base de dados não está ciente do objeto de data e não pode aplicar nenhuma otimização para isso. E não é desse jeito que deveríamos ou gostaríamos de fazê-lo.

Porque o JPA não suporta LocalDate e LocalDateTime?

A resposta é simples, o JPA 2.1 foi liberado antes do Java 8 e a API de data e hora simplesmente não existia naquela época. Portanto a anotação @Temporal pode apenas ser aplicada a atributos do tipo java.util.Date e java.util.Calendar.

Se você deseja armazenar um atributo LocalDate em uma coluna Date ou uma LocalDateTime em uma coluna TIMESTAMP, você mesmo precisa definir o mapeamento para java.sql.Date ou java.sql.Timestamp. Graças ao conversor de atributo, uma das diversas novas funcionalidades do JPA 2.1, isso pode ser alcançado com apenas algumas linhas de código.

Nos exemplos abaixo, eu vou mostrar pra vocês como criar um conversor de atributos para LocalDate e LocalDateTime. Se você quer aprender mais sobre conversor de atributo, dê uma olhada aqui (inglês).

O exemplo

Antes de nós criar os conversores de atributo, vamos dar uma olhada na entidade de exemplo para esse post:

@Entity
public class MyEntity {

@Id
@GeneratedValue(strategy = GenerationType.AUTO)
@Column(name = “id”, updatable = false, nullable = false)
private Long id;

@Column
private LocalDate date;

@Column
private LocalDateTime dateTime;

}

O conversor de atributo faz parte da especificação do JPA 2.1 e pode portanto ser usado com qualquer implementação de JPA 2.1, ex.: Hibernate ou EclipseLink. Eu usei Wildfly 8.2 com Hibernate 4.3 para os seguintes exemplos.

Convertendo LocalDate

Como você pode ver no seguinte pedaço de código, não é necessário muita coisa para criar um conversor de atributo para LocalDate.

@Converter(autoApply = true)
public class LocalDateAttributeConverter implements AttributeConverter<LocalDate, Date> {

@Override
public Date convertToDatabaseColumn(LocalDate locDate) {
return (locDate == null ? null : Date.valueOf(locDate));
}

@Override
public LocalDate convertToEntityAttribute(Date sqlDate) {
return (sqlDate == null ? null : sqlDate.toLocalDate());
}
}

Você precisa implementar a interface AttributeConverter<LocalDate, Date> e seus 2 métodos convertToDatabaseColumn e convertToEntityAttribute. Como você pode ver nos nomes dos métodos, um deles define a conversão do tipo do atributo da entidade (LocalDate) para o tipo de coluna da base de dados (Date) e o outro é a conversão inversa. A conversão em si é simples porque java.sql.Date ja nos provê o método para fazer a conversão “de” e “para” um LocalDate.

Adicionalmente o conversor de atributo precisa ser anotado com a anotação @Converter. Devido a propriedade opcional autoApply=true, o conversor será aplicado a todos os atributos do tipo LocalDate. Dê uma olhada aqui (inglês), se você quer definir o uso de cada conversor para cada atributo individualmente.

A conversão do atributo é transparente para o desenvolvedor e o atributo LocalDate pode ser usado como qualquer outro atributo da entidade. Você pode usa-lo como parâmetro de query por exemplo.

LocalDate date = LocalDate.of(2015, 8, 11);
TypedQuery<MyEntity> query = this.em.createQuery(“SELECT e FROM MyEntity e WHERE date BETWEEN :start AND :end”, MyEntity.class);
query.setParameter(“start”, date.minusDays(2));
query.setParameter(“end”, date.plusDays(7));
MyEntity e = query.getSingleResult();

Convertendo LocalDateTime

O conversor de atributo para LocalDateTime é basicamente o mesmo. Você precisa implementar a interface attributeConverter<LocalDateTime, Timestamp> e o conversor precisa ser anotado com a anotação @Converter. Assim como o LocalDateConverter, a conversão entre LocalDateTime e um java.sql.Timestamp é feita através dos métodos de conversão do Timestamp.

@Converter(autoApply = true)
public class LocalDateTimeAttributeConverter implements AttributeConverter<LocalDateTime, Timestamp> {

@Override
public Timestamp convertToDatabaseColumn(LocalDateTime locDateTime) {
return (locDateTime == null ? null : Timestamp.valueOf(locDateTime));
}

@Override
public LocalDateTime convertToEntityAttribute(Timestamp sqlTimestamp) {
return (sqlTimestamp == null ? null : sqlTimestamp.toLocalDate());
}
}

Conclusão

O JPA 2.1 foi liberado antes do Java 8 e portanto não suporta a nova API de data e hora. Se você quer usar as novas classes (do jeito certo), você mesmo precisa definir a conversão para java,sql.Date e java.sql.Timestamp. Isso pode ser feito facilmente implementando a interface AttributeConverter<EntityType, DatabaseType> e anotando a classe com a anotação @Converter(autoApply=true). Setando autoApply=true, a conversão será aplicada a todos os atributos do EntityType e nenhuma alteração na entidade é necessária.

Até onde eu sei, a próxima versão do JPA suportará a nova API de data e hora e as diferentes implementações provavelmente irão suporta-la ainda mais cedo. O Hibernate 5 por exemplo irá suporta-la como uma funcionalidade proprietária.

É isso ai galera, espero tê-los ajudado 😀

Fonte: thoughts-on-java.org – Thorben Janssen

jQuery – Fading de elementos (Exibir/Esconder)

Fazer simples animação é muito fácil com jQuery. Um desses efeitos é o fading em um elemento, para exibí-lo ou escondê-lo. Aqui está um simples exemplo, onde nós exibimos uma caixa escondida, usando o método fadeIn():

<div id="divTestArea1" style="padding: 50px; background-color: #89BC38; text-align: center; display: none;">
        <b>Hello, world!</b>
</div>
<a href="javascript:void(0);" onclick="ShowBox();">Show box</a>
<script type="text/javascript">
function ShowBox()
{
        $("#divTestArea1").fadeIn();
}
</script>

Você pode dar um fade em um monte de elementos diferentes, como divs, spans ou links. O método fadeIn() pode receber três parâmetros. O primeiro permite você especificar a duração do efeito em milissegundos, ou “fast” (rápido) ou “slow” (devagar), que é o mesmo que especificar 200 ou 600 milissegundos. Aqui está um exemplo disso em uso:

<div id="divTestArea21" style="width: 50px; height: 50px; display: none; background-color: #89BC38;"></div>
<div id="divTestArea22" style="width: 50px; height: 50px; display: none; background-color: #C3D1DF;"></div>
<div id="divTestArea23" style="width: 50px; height: 50px; display: none; background-color: #9966FF;"></div>
<a href="javascript:void(0);" onclick="ShowBoxes();">Show boxes</a>
<script type="text/javascript">
function ShowBoxes()
{
        $("#divTestArea21").fadeIn("fast");
        $("#divTestArea22").fadeIn("slow");
        $("#divTestArea23").fadeIn(2000);
}
</script>

Não se importe com todo o HTML, está lá apenas para que você possa ver a diferença entre as durações do fading. Agora, o segundo parâmetro pode ser o nome de uma função de atenuação (que nós não vamos usar nesse tutorial) ou uma função de callback que você pode fornecer, para ser chamada uma vez que o efeito terminar. Aqui está um exemplo disso, combinado com o uso do método fadeOut(), que obviamente tem o efeito reverso do fadeIn():

<div id="divTestArea3" style="width: 50px; height: 50px; display: none; background-color: #89BC38;"></div>
<script type="text/javascript">
$(function()
{
        $("#divTestArea3").fadeIn(2000, function()
        {
                $("#divTestArea3").fadeOut(3000);
        });
});
</script>

Pode ter situações onde você quer esconder ou exibir um element dependendo do estado corrente do mesmo. Você poderia com certeza checar se ele está visível ou não, e então chamar ou fadeIn() ou fadeOut(), mas os desenvolvedores legais do jQuery tem nos fornecido um método específico para alternar (toggling) um elemento, chamado fadeToggle().  Ele leva os mesmo parâmetros como fadeIn() e fadeOut(), então ele é muito fácil de usar. Aqui está um pequeno exemplo:

<div id="divTestArea4" style="width: 50px; height: 50px; display: none; background-color: #89BC38;"></div><br />
<a href="javascript:void(0);" onclick="ToggleBox();">Toggle box</a>
<script type="text/javascript">
function ToggleBox()
{
        $("#divTestArea4").fadeToggle("slow");  
}
</script>

E isso é quão fácil é usar os efeitos de fading do jQuery.

Fonte: jquery-tutorial.net

Como pegar tempo em milisegundos no Java

No java temos 2 jeitos de pegar o tempo em milisegundos:

Utilizando a classe Date – pelo método getTime();

 Utilizando a classe Calendar – pelo método getTimeInMillis().

___________________________________________________________________

import java.util.Calendar;
import java.util.Date;

public class TimeMilisecond {
  public static void main(String[] argv) {

      long lDateTime = new Date().getTime();
      System.out.println("Date() - Tempo em milisegundos: " + lDateTime);

      Calendar lCDateTime = Calendar.getInstance();
      System.out.println("Calender - Tempo em milisegundos :" + lCDateTime.getTimeInMillis());
  }
}

___________________________________________________________________

Fonte: Mkyong