Arquivos de sites

Como persistir LocalDate e LocalDateTime do Java 8 com JPA

E ai galera beleza? faz muito tempo que eu não postava nada novo, então bora com “novidade” do java 8 + JPA 😀

O Java 8 trouxe muitas grandes funcionalidades e uma das mais importantes e uma das antecipadas foi a nova API de data e hora. Haviam muitos problemas com a antiga API e não vou entrar em detalhes do porque nós precisamos de uma nova. Tenho certeza que você teve que lutar com ela com frequencia.

Todos esses problemas se foram com Java 8 \o/. A nova API de data e hora é bem desenhada, fácil de usar e (finalmente) imutável. O único problema que permanece é, que você não pode usava com JPA.

Bem, isso não totalmente verdade. Você pode usa-la, porém o JPA irá mapeá-la para BLOB ao invés de DATE ou TIMESTAMP. Que significa que a base de dados não está ciente do objeto de data e não pode aplicar nenhuma otimização para isso. E não é desse jeito que deveríamos ou gostaríamos de fazê-lo.

Porque o JPA não suporta LocalDate e LocalDateTime?

A resposta é simples, o JPA 2.1 foi liberado antes do Java 8 e a API de data e hora simplesmente não existia naquela época. Portanto a anotação @Temporal pode apenas ser aplicada a atributos do tipo java.util.Date e java.util.Calendar.

Se você deseja armazenar um atributo LocalDate em uma coluna Date ou uma LocalDateTime em uma coluna TIMESTAMP, você mesmo precisa definir o mapeamento para java.sql.Date ou java.sql.Timestamp. Graças ao conversor de atributo, uma das diversas novas funcionalidades do JPA 2.1, isso pode ser alcançado com apenas algumas linhas de código.

Nos exemplos abaixo, eu vou mostrar pra vocês como criar um conversor de atributos para LocalDate e LocalDateTime. Se você quer aprender mais sobre conversor de atributo, dê uma olhada aqui (inglês).

O exemplo

Antes de nós criar os conversores de atributo, vamos dar uma olhada na entidade de exemplo para esse post:

@Entity
public class MyEntity {

@Id
@GeneratedValue(strategy = GenerationType.AUTO)
@Column(name = “id”, updatable = false, nullable = false)
private Long id;

@Column
private LocalDate date;

@Column
private LocalDateTime dateTime;

}

O conversor de atributo faz parte da especificação do JPA 2.1 e pode portanto ser usado com qualquer implementação de JPA 2.1, ex.: Hibernate ou EclipseLink. Eu usei Wildfly 8.2 com Hibernate 4.3 para os seguintes exemplos.

Convertendo LocalDate

Como você pode ver no seguinte pedaço de código, não é necessário muita coisa para criar um conversor de atributo para LocalDate.

@Converter(autoApply = true)
public class LocalDateAttributeConverter implements AttributeConverter<LocalDate, Date> {

@Override
public Date convertToDatabaseColumn(LocalDate locDate) {
return (locDate == null ? null : Date.valueOf(locDate));
}

@Override
public LocalDate convertToEntityAttribute(Date sqlDate) {
return (sqlDate == null ? null : sqlDate.toLocalDate());
}
}

Você precisa implementar a interface AttributeConverter<LocalDate, Date> e seus 2 métodos convertToDatabaseColumn e convertToEntityAttribute. Como você pode ver nos nomes dos métodos, um deles define a conversão do tipo do atributo da entidade (LocalDate) para o tipo de coluna da base de dados (Date) e o outro é a conversão inversa. A conversão em si é simples porque java.sql.Date ja nos provê o método para fazer a conversão “de” e “para” um LocalDate.

Adicionalmente o conversor de atributo precisa ser anotado com a anotação @Converter. Devido a propriedade opcional autoApply=true, o conversor será aplicado a todos os atributos do tipo LocalDate. Dê uma olhada aqui (inglês), se você quer definir o uso de cada conversor para cada atributo individualmente.

A conversão do atributo é transparente para o desenvolvedor e o atributo LocalDate pode ser usado como qualquer outro atributo da entidade. Você pode usa-lo como parâmetro de query por exemplo.

LocalDate date = LocalDate.of(2015, 8, 11);
TypedQuery<MyEntity> query = this.em.createQuery(“SELECT e FROM MyEntity e WHERE date BETWEEN :start AND :end”, MyEntity.class);
query.setParameter(“start”, date.minusDays(2));
query.setParameter(“end”, date.plusDays(7));
MyEntity e = query.getSingleResult();

Convertendo LocalDateTime

O conversor de atributo para LocalDateTime é basicamente o mesmo. Você precisa implementar a interface attributeConverter<LocalDateTime, Timestamp> e o conversor precisa ser anotado com a anotação @Converter. Assim como o LocalDateConverter, a conversão entre LocalDateTime e um java.sql.Timestamp é feita através dos métodos de conversão do Timestamp.

@Converter(autoApply = true)
public class LocalDateTimeAttributeConverter implements AttributeConverter<LocalDateTime, Timestamp> {

@Override
public Timestamp convertToDatabaseColumn(LocalDateTime locDateTime) {
return (locDateTime == null ? null : Timestamp.valueOf(locDateTime));
}

@Override
public LocalDateTime convertToEntityAttribute(Timestamp sqlTimestamp) {
return (sqlTimestamp == null ? null : sqlTimestamp.toLocalDate());
}
}

Conclusão

O JPA 2.1 foi liberado antes do Java 8 e portanto não suporta a nova API de data e hora. Se você quer usar as novas classes (do jeito certo), você mesmo precisa definir a conversão para java,sql.Date e java.sql.Timestamp. Isso pode ser feito facilmente implementando a interface AttributeConverter<EntityType, DatabaseType> e anotando a classe com a anotação @Converter(autoApply=true). Setando autoApply=true, a conversão será aplicada a todos os atributos do EntityType e nenhuma alteração na entidade é necessária.

Até onde eu sei, a próxima versão do JPA suportará a nova API de data e hora e as diferentes implementações provavelmente irão suporta-la ainda mais cedo. O Hibernate 5 por exemplo irá suporta-la como uma funcionalidade proprietária.

É isso ai galera, espero tê-los ajudado 😀

Fonte: thoughts-on-java.org – Thorben Janssen

Anúncios

Parte 7 (Final) – Tutorial de Ajax no Struts 2 com Exemplo

Bem vindo a ultima parte de uma série de 7 artigos de tutoriais do Framework Struts2, no artigo anterior nós vimos como implementar a funcionalidade de carga de arquivo (File Upload) no Struts2. Neste artigo nós vamos ver como nós podemos implementar o suporte Ajax em uma aplicação web usando o framework struts2.

Suporte AJAX no Struts 2

O Struts 2 fornece  suporte embutido a Ajax usando a biblioteca Dojo Toolkit. Se você é novo em Dojo, talvez você queira passar pela Introdução ao DOJO Toolkit (Em Inglês).

O Struts 2 vem com um poderoso conjunto de APIs de Dojo AJAX que você pode usar para adicionar suporte Ajax. A fim de adicionar suporte Ajax, você precisa adicionar o seguinte arquivo JAR no seu classpath:
struts2-dojo-plugin.jar

Uma vez que nós adicionamos esse arquivo JAR, nós precisamos adicionar o seguinte fragmento de código em qualquer arquivo JSP que nós precisamos adicionar o suporte Ajax.

<%@ taglib prefix="sx" uri="/struts-dojo-tags"%>

Primeiro defina a taglib sx que nós usaremos para adicionar as tags disponíveis de AJAX.

<sx:head/>

Adicione essa tag head no seu JSP entre as tags <head> … </head>. Essa tag sx:head incluirá os arquivos javascript e css necessários pra implementar o Ajax.

Exemplo AJAX: Ajax Drop Down (Combobox)  do Struts2

Vamos adicionar um simples suporte AJAX a nossa aplicação web StrutsHelloWorld. Nós usaremos o código base que nós usamos nos artigos anteriores e adicionar o Ajax no topo dele.

Nós criaremos um drop down (combobox) qual irá autocompletar e sugerir a entrada. Para isso nós iremos adicionar o suporte Dojo a nossa app web.

Passo 1: Adicionar o arquivo JAR

Como discutido anteriormente nós adicionaremos o struts2-dojo-plugin.jar no classpath (WEB-INF/lib). Assim, a seguinte é a lista dos arquivos JAR necessários. Observe que estes jars são necessários para rodar toda a aplicação, incluindo todos os exemplos das partes anteriores desta série de tutoriais.
struts2-ajax-jar-files

Passo 2: Criar a classe action do AJAX

Nós vamos criar uma classe action a qual irá ser chamada pelo nosso exemplo Ajax. Crie um arquivo AjaxAutocomplete.java no pacote net.viralpatel.struts2 e copie o seguinte conteúdo dentro dele.

AjaxAutocomplete.java

package net.viralpatel.struts2;

 

import java.util.ArrayList;

import java.util.List;

import java.util.StringTokenizer;

 

import com.opensymphony.xwork2.ActionSupport;

 

public class AjaxAutocomplete extends ActionSupport {

    private String data = "Afghanistan, Zimbabwe, India, United States, Germany, China, Israel";

    private List<String> countries;

    private String country;

    

    public String execute() {

        countries = new ArrayList<String>();

        StringTokenizer st = new StringTokenizer(data, ",");

 

        while (st.hasMoreTokens()) {

            countries.add(st.nextToken().trim());

        }

        return SUCCESS;

    }

    public String getCountry() {

        return this.country;

    }

 

    public List<String> getCountries() {

        return countries;

    }

 

    public void setCountries(List<String> countries) {

        this.countries = countries;

    }

    public void setCountry(String country) {

        this.country = country;

    }

}

No código acima nós criamos uma simples classe action com os atributos String country e List countries. A lista de países será populada com nomes de países quando o método execute() é chamado. Aqui por exemplo, nós carregamos dados estáticos. Você pode se sentir livre para mudar isso e adicionar dados do banco de dados.

Passo 3: Crie o JSP

Crie o arquivo JSP para exibir o Textbox com Autocomplete para nossa action Ajax. Crie AjaxDemo.jsp no diretório WebContent.

AjaxDemo.jsp

<%@ page contentType="text/html; charset=UTF-8"%>

<%@ taglib prefix="s" uri="/struts-tags"%>

<%@ taglib prefix="sx" uri="/struts-dojo-tags"%>

<html>

<head>

    <title>Welcome</title>

    <sx:head />

</head>

<body>

    <h2>Struts 2 Autocomplete (Drop down) Example!</h2>

    

    Country:

    <sx:autocompleter size="1" list="countries" name="country"></sx:autocompleter>

    </action>

</body>

</html>

No arquivo JSP acima nós usamos a tag sx:autocompleter para renderizar um drop down com autocomplete o qual utiliza a classe Ajax para buscar dados internamente. Veja que nós mapeamos o atributo list com List countries.

Passo 4: Criando a entrada no Struts.xml

Adicione a seguinte entrada de action no arquivo Struts.xml:

<action name="ajaxdemo" class="net.viralpatel.struts2.AjaxAutocomplete">

    <interceptor-ref name="loggingStack"></interceptor-ref>

    <result name="success" type="tiles">/ajaxdemo.tiles</result>

    <result type="tiles">/ajaxdemo.tiles</result>

</action>

Observe que nós estamos utilizando Tiles aqui neste exemplo. Você pode querer usar o AjaxDemo.jsp ao invés do /ajaxdemo.tiles para renderizar a saída diretamente em JSP.

Isso é tudo pessoal

Compile e rode a aplicação no eclipse
struts2-ajax-drop-down

Download do código fonte

Clicque aqui para fazer o download do código fonte sem os JARs (24KB)

Conclusão

O framework Struts2 fornece uma ampla variedade de recursos para criar uma rica aplicação web. Nessa série de Struts2 nós vimos diferentes aspectos do Struts2 como introdução ao struts2, aplicação hello world, framework de validação, plugin tiles, interceptadores do struts2, carga de arquivo e suporte a Ajax.

Fonte: viralpatel.net – Viral Patel